Luísa Canziani propõe a adoção de atividades não presenciais em sistemas de ensino


 Luísa Canziani: “Ao conectar a educação e a tecnologia, o aprendizado dos alunos é potencializado.”


Com a pandemia causada pela Covid-19, estudantes, professores e corpo escolar passaram a lidar com uma nova realidade por meio do ensino à distância e a aprendizagem através de atividades não presenciais. Com isso, a deputada Luísa Canziani (PTB-PR) apresentou proposta à Câmara dos Deputados que regulariza a oferta da educação híbrida (PL 2497/21).

A parlamentar explica que, na prática, a educação híbrida se dará pelo uso de atividades pedagógicas remotas para cumprimento de carga horária anual e como complementariedade às atividades presenciais. A proposta será implementada para o ensino médio, cabendo o uso à educação infantil e fundamental apenas em períodos de emergência.

“A realidade trazida pela covid-19 impôs a adoção de uma solução como a educação híbrida, caracterizada por momentos de aprendizagem presenciais e remotos, com a utilização pedagógica e integração de várias tecnologias digitais. O ensino híbrido não se confunde com a educação a distância – supõe a complementariedade dos momentos em casa e na sala de aula”, esclarece a deputada paranaense.

Tecnologia

No texto, Luísa Canziani destaca a importância das tecnologias neste momento de pandemia e para o futuro da educação. Portanto, caberá aos sistemas de ensino o desenvolvimento da cultura digital escolar nas áreas do conhecimento, assim como o diagnóstico da realidade da comunidade escolar para a implementação do ensino híbrido.

O corpo docente também é assegurado na proposta por meio de norma que estimule as escolas e colégios a criarem comunidades de aprendizagem entre os professores da rede de ensino. Ainda mais que, como ressalta Canziani, com a pandemia de Covid-19, estreitaram-se os laços digitais entre professores.

“Ao conectar a educação e a tecnologia, permite potencializar o aprendizado dos alunos. Sua adoção pode impulsionar a necessária incorporação das tecnologias como instrumento de aprendizagem e o desenvolvimento de uma cultura digital”, conclui.

Reportagem – Carlos Augusto Xavier
Foto – Jotaric

Comentários

Não existem comentários

Postagem de comentários após três meses foi desabilitado.
  • ©2022 PTB na Câmara. Todos os direitos reservados.