Paulo Bengtson buscará mais recursos para Rede Sarah de Hospitais na Câmara

Escrito 15/02/2019, 16:43
Por Renata
Categoria destaque

        Célia Corrêa apresenta a Paulo Bengtson detalhes sobre o funcionamento dos hospitais.


Os secretários municipais de saúde do Pará têm de se espelhar no modelo de gestão adotado pela Rede Sarah de Hospitais de Reabilitação (RSHR). A afirmação é do deputado Paulo Bengtson (PTB-PA), que se reuniu, na quinta-feira (14) com a diretora-executiva Célia Corrêa na sede da instituição, em Brasília.

No encontro, o parlamentar conheceu o modelo de gestão adotado na rede e demonstrou interesse em intermediar o acesso de administradores das unidades paraenses ao programa de formação e capacitação oferecido pela RSHR.

“A Rede Sarah é referência em reabilitação no Brasil e no mundo, provando que o sistema público funciona quando bem gerido. Vim conhecer o modelo, parabenizar os profissionais pelo sucesso e entender como podemos ajudar a manter esse padrão de excelência nas unidades, inclusive na de Belém”, informou Paulo Bengtson.

Investimentos

Entusiasmado com as boas práticas administrativas e com os números apresentados por Célia Corrêa, o deputado afirmou que vai se empenhar na captação de investimentos para a instituição.

“Durante o meu mandato, buscarei emendas junto aos parlamentares do Pará no Congresso Nacional, e, na próxima semana, apresentarei os dados do ‘Relatório Sarah 2018’ aos meus colegas do PTB”, antecipou Paulo Bengtson.

A eficiência dos hospitais geridos pela Associação das Pioneiras Sociais (APS) que animou o representante do Pará é atribuída pela diretora-executiva à dedicação exclusiva dos funcionários.

De acordo com Célia Corrêa, o paciente da Rede Sarah “cria vínculo, porque é sempre acompanhado pelo mesmo profissional, o que não ocorre nos sistemas que não exigem exclusividade de seus colaboradores”.

Recursos humanos

Os recursos humanos são tratados como investimentos estratégicos pela direção geral da instituição. Em 2018, a entidade empregou 80,3% do seu orçamento total, cerca de R$ 1,1 bilhão, em despesas de pessoal, incluindo remunerações, benefícios e encargos sociais e trabalhistas.

Além da sede em Brasília, a rede mantém outra unidade funcionando na capital federal, no Lago Norte, e hospitais em Belém (PA), Rio de Janeiro (RJ), Belo Horizonte (MG), Macapá (AP), São Luís (MA), Salvador (BS) e Fortaleza (CE).
 
(Com informações da Assessoria do deputado Paulo Bengtson)
Foto – Facebook/Paulo Bengtson

Comentários

Não existem comentários

Postagem de comentários após três meses foi desabilitado.
  • ©2020 PTB na Câmara. Todos os direitos reservados.