Zeca Cavalcanti destaca sanção da lei que incentiva a prevenção do câncer em mulheres

Escrito 29/11/2017, 19:42
Por Renata
Categoria destaque

            Zeca: “Nova lei permitirá que serviços de saúde cheguem às pessoas mais vulneráveis.”


Foi sancionada, nesta terça-feira (28), a lei prevê que mulheres com dificuldades sociais, geográficas ou culturais serão auxiliadas a se consultar e fazer exames preventivos e de rastreamento de câncer de útero e de mama (Lei 13.522/17). As estratégias específicas para a busca por essas mulheres serão definidas em regulamento posterior.

O deputado Zeca Cavalcanti (PTB-PE), que também é médico, elogiou a medida. Segundo ele, a nova legislação permitirá que serviços de saúde cheguem às pessoas que mais precisam e que são mais vulneráveis.

De acordo com a lei, equipes de profissionais das redes de proteção social e atenção básica à saúde passarão a buscar mulheres que enfrentam dificuldades para fazer os exames, para que possam realizá-los.

“Será uma forma de oportunizar um exame preventivo e, quem sabe, evitar que aconteçam as doenças. E quando, infelizmente, chegar já com a patologia, que essas mulheres possam ser tratadas com uma qualidade melhor do serviço”, afirmou Cavalcanti.

Busca ativa

O texto acrescenta a obrigatoriedade da busca ativa por mulheres na Lei 11.664/08, sobre tratamento de câncer de útero e de mama no Sistema Único de Saúde (SUS).

Essa lei, de 2008, já obriga o SUS a disponibilizar assistência integral à saúde da mulher, incluindo informação sobre câncer, exame citopatológico de útero, mamográfico e complementares, além de encaminhamento das pacientes a serviços de maior complexidade quando necessário.

De acordo com o Instituto Nacional de Câncer (Inca), o carcinoma do colo uterino acomete mais de 16 mil mulheres por ano no Brasil, e um terço evolui para óbito. Já o câncer de mama atingiu mais de 50 mil mulheres no país em 2016.
 
Reportagem – Celimar de Meneses, com a colaboração de Regina Mesquita, sob a supervisão de Renata Tôrres e com informações da Agência Senado
Foto – Jotaric

Comentários

Não existem comentários

Postagem de comentários após três meses foi desabilitado.
  • ©2021 PTB na Câmara. Todos os direitos reservados.