Sérgio Moraes sugere compensação financeira para fumicultores migrarem para outra cultura


   Sérgio Moraes: “Se Brasil parar de produzir tabaco, fumantes comprarão produtos de outro país.”


O deputado Sérgio Moraes (PTB-RS) defendeu os produtores de tabaco durante audiência pública realizada nesta quarta-feira (29), na Câmara dos Deputados, para debater a tributação do produto para a promoção da saúde.

O parlamentar reconheceu que, se de um lado, a saúde pública e a população como um todo serão as maiores beneficiadas com a redução do consumo do tabaco, por outro, os agricultores que sobrevivem dessa cultura e os trabalhadores das indústrias fumageiras serão diretamente atingidos.

“Aqui o discurso é bonito: ‘Vamos assinar a Convenção-Quadro sobre Controle do Uso do Tabaco, que pretende reduzir o consumo do produto no nosso País.’ E onde vão ficar 1 milhão de trabalhadores, somadas os da indústria e os da lavoura?”, questionou.

Sérgio Moraes é autor do Projeto de Lei 465/07, que cria o Fundo Nacional da Fumicultura e institui a Contribuição de Intervenção no Domínio Econômico incidente sobre a importação e produção de cigarros (Cide-Fumo). O objetivo da proposta é permitir que os produtores de tabaco migrem para outra cultura sem grandes prejuízos.

“Não podemos simplesmente parar de produzir tabaco. Ninguém chega num armazém e pergunta se o cigarro é produzido no Brasil. O consumidor pede a carteira de cigarro e não se interessa em saber de onde ele vem. O fumante vai continuar fumando e nós teremos o desemprego, a pobreza e a doença. A riqueza e o emprego vão para outro país”, afirma.

Comentários

Não existem comentários

Postagem de comentários após três meses foi desabilitado.
  • ©2021 PTB na Câmara. Todos os direitos reservados.