Currículo comum para estudantes de todo o País vai melhorar educação, afirma Canziani

Escrito 17/03/2017, 11:02
Por Renata
Categoria destaque

 Alex Canziani: “A Base Nacional Curricular fará com que a qualidade da educação avance no Brasil.”


A terceira versão da Base Nacional Comum Curricular (BNCC) deve ser encaminhada ao Conselho Nacional de Educação (CNE) até o início de abril.

O presidente da Frente Parlamentar da Educação no Congresso Nacional, deputado Alex Canziani (PTB-PR), explica que o documento vai definir os conhecimentos e habilidades que todos os estudantes brasileiros terão o direito de aprender ao longo da educação básica. Também vai orientar os currículos de redes de ensino e escolas de todo o País.

“Uma das causas que defendo para que possamos melhorar a educação é termos um currículo básico que seja seguido em todo o Brasil. Hoje, cada cidade, cada estado possui um currículo diferente. Através da BNCC, vamos ter a base do que cada um dos alunos deve aprender durante os anos de escola. Isso vai permitir que tenhamos um aprendizado mais homogêneo no País e também fará com que a qualidade da educação avance”, previu Canziani.

A BNCC está em elaboração desde 2014, por meio de um processo organizado pelo Ministério da Educação, com a participação de diversas organizações. A primeira versão foi apresentada em setembro de 2015 e passou por uma consulta pública que registrou milhões de contribuições da sociedade civil. Após o processo, uma segunda versão foi disponibilizada em maio de 2016.

“Tive a oportunidade de participar de uma visita aos Estados Unidos, onde conversei com pessoas que fizeram esse currículo lá. Vi que isso é importante para que possamos fazer com que nossos jovens alunos atinjam as metas que queremos para suas vidas em termos de conhecimento”, declarou.

A última versão da BNCC vai contemplar apenas as diretrizes para a Educação Infantil e do Ensino Fundamental. Isso porque o governo decidiu dividir a BNCC e segurar a parte do Ensino Médio até que a reforma dessa etapa fosse aprovada no Congresso Nacional, o que ocorreu no mês de fevereiro de 2017. Sendo assim, a Base do Ensino Médio não ficará pronta antes do fim deste ano.
 
Reportagem – Renata Tôrres, com a colaboração de Regina Mesquita
Foto – Jotaric

Comentários

Não existem comentários

Postagem de comentários após três meses foi desabilitado.
  • ©2020 PTB na Câmara. Todos os direitos reservados.