Sabino Castelo Branco colhe assinaturas para criar CPI do Crime Organizado na Câmara


          Sabino Castelo Branco: “Não vamos aceitar que o Brasil seja refém desses marginais.”


O deputado Sabino Castelo Branco (PTB-AM) está recolhendo assinaturas para criar uma comissão parlamentar de inquérito (CPI) na Câmara dos Deputados com o objetivo de investigar o crime organizado no Brasil.

Para justificar a necessidade da CPI, o parlamentar lembrou que no início deste ano, em apenas 15 dias, 133 pessoas foram mortas em presídios: em Manaus, uma chacina vitimou 56 pessoas; em Boa Vista (RR), uma rebelião deixou mais 33 mortos; no Rio Grande do Norte, 26 mortos, além das execuções de menores que ocorreram em outros estados.

“Os chefes das facções criminosas no Brasil estão espalhando o terror nas penitenciárias do País”, ressaltou o deputado, citando Marcos Willians Herbas Camacho, conhecido como Marcola, líder do Primeiro Comando da Capital (PCC); Luiz Fernando da Costa, conhecido como Fernandinho Beira-Mar, líder do Comando Vermelho (CV); e José Roberto Fernandes Barbosa, conhecido como Zé Roberto da Compensa, líder da Família do Norte (FDN).

“Todos são conhecedores do clima de guerra que esses criminosos estão gerando no Brasil e, principalmente, do poder que eles vêm conquistando a cada dia. Só o PCC hoje tem hoje cerca de 30 mil membros espalhados por praticamente todos os estados, e domínio sobre mais de 200 mil presidiários”, informou Castelo Branco.

Segundo o parlamentar, a estrutura comandada por Marcola possui times de futebol na Zona Leste de São Paulo, é proprietária de companhias de ônibus, de uma refinaria clandestina em Boituva, no interior de São Paulo, que, durante anos, desviou óleo da Petrobras, o refinou e o revendeu em uma rede de postos de gasolina.

“Não vamos aceitar que o Brasil seja refém desses marginais. Eu quero criar essa CPI e convocar esses três criminosos, donos do crime no Brasil, para ficarem frente a frente com o Poder Legislativo e prestarem esclarecimentos à sociedade brasileira”, declarou.
 
Reportagem – Renata Tôrres
Foto – Facebook / Sabino Castelo Branco

Comentários

Não existem comentários

Postagem de comentários após três meses foi desabilitado.
  • ©2022 PTB na Câmara. Todos os direitos reservados.