Programas sociais estão mantendo sertanejos no campo apesar da seca, diz Zeca Cavalcanti

Escrito 05/12/2016, 18:37
Por Renata
Categoria destaque

          Zeca Cavalcanti: “Seguro Safra e Bolsa Família estão ajudando a evitar o êxodo rural.”


Apesar de a seca na Região Nordeste ser a pior dos últimos 50 anos, tendo causado prejuízos de mais de R$ 100 bilhões entre 2013 e 2015, o êxodo rural não está ocorrendo de forma tão intensa, como por exemplo, na década de 80.

A observação foi feita pelo deputado Zeca Cavalcanti (PTB-PE), que atribuiu a permanência dos nordestinos em seus municípios aos benefícios recebidos por meio dos programas sociais do governo.

“Através do Seguro Safra, do Bolsa Família, evitamos aquilo que acontecia no passado, nas outras secas lá dos anos 80, quando tínhamos tanto êxodo rural. As pessoas saiam da zona rural para a cidade, inchando todos os centros urbanos, mesmo os de pequenas cidades”, ressaltou.

O parlamentar ainda lembrou que, naquela época, ocorriam muitos saques em lojas.

“Aquelas pessoas estavam com fome e precisavam se alimentar. Então, iam para as cidades para saquear todo o comércio, levando alimentos, mantimentos, para que pudessem subsistir. Agora, através desses programas sociais, isso não ocorre mais”, comparou.

Zeca Cavalcanti também ressaltou que a falta de chuvas na região está prejudicando a geração de energia na Hidrelétrica de Sobradinho e os programas de irrigação.

“Já está havendo dificuldades de abastecimento no perímetro irrigado de Petrolina (PE), porque os níveis de água do Rio São Francisco baixaram muito. Ou seja, todo esse contexto agrava o problema socioeconômico não só do Nordeste, mas do Brasil inteiro”, lamentou o parlamentar.
 
Reportagem – Renata Tôrres, com a colaboração de Regina Mesquita
Foto – Antonio Augusto / Câmara dos Deputados

Comentários

Não existem comentários

Postagem de comentários após três meses foi desabilitado.
  • ©2021 PTB na Câmara. Todos os direitos reservados.