Jovair faz balanço de 2016 e aponta medidas necessárias para Brasil ter futuro melhor

Escrito 09/12/2016, 18:46
Por Renata
Categoria destaque

 Jovair: “É preciso atualizar CLT, pois houve mudanças nos usos e costumes e avanços tecnológicos.”
   

Ao fazer um balanço do ano legislativo em 2016, o líder do PTB na Câmara dos Deputados, Jovair Arantes (GO), lembrou as dificuldades enfrentadas em 2016, a crise institucional entre os Poderes e os desafios para retomada do crescimento econômico e social do Brasil.

Segundo o parlamentar, desde que assumiu a Presidência da República após o impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff, Michel Temer tem tido uma postura austera e feito uma convocação clara para colocar o “País nos trilhos”.

“É preciso colocar a locomotiva de novo na frente, que é o governo, junto com trabalhadores, empresários e classe política, buscando a direção correta, que é a do sucesso de todos”, disse.

Reforma trabalhista

Como parte das reformas necessárias para retomar o crescimento, Jovair defendeu a modernização da legislação trabalhista.

De acordo com o líder, depois de 73 anos da criação da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT), é preciso atualizá-la, porque segundo ele, houve grandes mudanças nos usos e nos costumes, e imensos avanços científicos e tecnológicos.

“Isso pressupõe que as conquistas que fizeram o País avançar nos anos 1940 devem ser inteiramente preservadas, são absolutamente pétreas, não podem ser mexidas. Aí estão todos os direitos que se introduziram na vida brasileira, como o salário mínimo, a limitação da jornada semanal e as férias remuneradas”, ressaltou.

Para o parlamentar, a falta de segurança jurídica, principalmente na área trabalhista, está afugentando empresas importantes que querem vir para o Brasil.

“O capital internacional vê o País com uma grande perspectiva, mas se depara com a insegurança jurídica. Você faz uma contratação de um jeito e, no outro dia, o Ministério Público do Trabalho toma uma decisão em direção contrária ao que estava estabelecido até aquele momento. Nós precisamos rever isso", afirmou.

Unidade na crise

O líder declarou, ainda, que é preciso unidade para vencer a crise econômica instalada no País.

“Temos de acabar com o gigantismo de duas empresas: a do vende-se e a do aluga-se. Elas tomaram conta do País. O ‘vende-se’ e o ‘aluga-se’ devem existir, dentro da lógica da normalidade, mas não em um quadro de desespero, no qual as pessoas têm que se desfazer de alguma coisa, e a qualquer custo, para poder sobreviver. Isso não pode continuar acontecendo”, destacou Jovair.
 
Reportagem – Érica Amorim
Foto – Jotaric

Comentários

Não existem comentários

Postagem de comentários após três meses foi desabilitado.
  • ©2021 PTB na Câmara. Todos os direitos reservados.